Mulher negra com afro

Para quem quiser indicar ou priorizar a contratação de profissionais negros e outros com dificuldade de acesso ao mercado de trabalho (que infelizmente concentram muitos negros também)

2020.06.03 16:15 AnonyBR Para quem quiser indicar ou priorizar a contratação de profissionais negros e outros com dificuldade de acesso ao mercado de trabalho (que infelizmente concentram muitos negros também)

Afrotrampos - [[email protected]](mailto:[email protected]) / https://www.instagram.com/afrotrampos/
Todas as categorias profissionais / Pessoas Negras

Indique Uma Preta - [[email protected]](mailto:[email protected]) / https://www.instagram.com/indiqueumapreta/
Todas as categorias profissionais / Mulheres Negras

A Ponte Para Pretxs! - [[email protected]](mailto:[email protected]) / https://www.instagram.com/_pretxs/
Todas as categorias profissionais / Pessoas Negras

Planilhas de Pretos - [[email protected]](mailto:[email protected]) / https://www.instagram.com/p/B-vJ23LBO8t/
Todas as categorias profissionais / Pessoas Negras

Empregue Afro - https://empregueafro.com.b https://www.instagram.com/empregueafro/
Todas as categorias profissionais / Pessoas Negras

Publicitários Negros - [[email protected]](mailto:[email protected]) / https://www.instagram.com/p/CAqm9AbnsdT/
Publicitários / Pessoas Negras

Nurap (Núcleo de Aprendizagem Profissional e Assistência Social) - https://nurap.org.b / https://www.instagram.com/nurapoficial/
Todas as categorias profissionais / PCD, Trans, LGBTQIA+, Imigrantes/ Refugiados

Empresas com Refugiados - https://www.empresascomrefugiados.com.b /
Todos os tipos / Refugiados

Responsa (Agência de publicidade - Bullet + Monique Evelle) - [[email protected]](mailto:[email protected])
Profissionais da periferia de São Paulo
submitted by AnonyBR to brasil [link] [comments]


2019.06.23 23:56 d3rr1c53xpl0r3r Como tudo aconteceu (Na minha Cabeça)

Depois de ter ouvido todos os 24 episódios do Caso Evandro é impossível não formar uma narrativa própria na sua cabeça. Ao longo desses 24 episódios você transita entre a culpabilidade e inocência dos sete acusados. Impossível não, já que num caso tão conturbado quanto esse e com tantas variáveis fica difícil acreditar 100% em qualquer depoimento ou confissão. Pensei em esperar que todos os episódios saíssem antes de fazer esse post, mas aí lembrei que o Ivan mencionou que dará o seu parecer pessoal de como acha que as coisas aconteceram. Então para que não haja “Depois de ter ouvido fica fácil falar”, eu vou postar agora. Até para que eu não me influencie pela versão dele. Caso nos próximos episódios alguma coisa bombástica venha à tona e mude a minha opinião, eu irei colocar edits na minha postagem.
Só para que vocês entendam um pouco sobre mim venho de uma família umbandista e cresci entremeio sessões espiritas em casa, centros de umbanda e candomblé e “presenciei” sacrifícios de animais (Por ser pequeno na época, nunca me deixaram ver o ato, mas via o resultado nos dias seguintes. Como já ficou claro, as vísceras têm que ficar no alguidar por 3 dias antes de serem descartadas em água corrente, ou levadas a uma encruzilhada). Meu avô (Já falecido) era pai de santo e minha tia filha de santo e atendíamos apenas família e vizinhos próximos. Nunca tivemos um centro propriamente dito. E como isso já faz bastante tempo, obviamente algumas coisas me somem à memoria então fui pesquisar mais sobre o assunto.
Antes que eu comece, até para que vocês entendam um pouco melhor sobre as religiões Afro-Brasileiras, existem VÁRIAS vertentes. Sabe aquela coisa de brasileiro “gourmetizar” as coisas? (isso será importante na minha versão da história) Pois bem, com essas religiões não é diferente. Primariamente vieram da África com seus escravos TRÊS religiões, a Umbanda, a Quimbanda (ou Kimbanda) e o Candomblé. Sendo a umbanda e a quimbanda cultos semelhantes. Na “Umbanda Branca” temos o trivial de sessões espiritas, atendimento aos consulentes e o famoso passe (Algo apenas para dar uma paz de espirito a quem precisa, limpeza de aura e etc.) e oferendas à Yemanjá, Oxalá, Xangô, Ogum, Oxossi, Iori, Iorimá, que são as 7 linhas da umbanda. Na “Umbanda Negra” ou Quimbanda também há 7 linhas, todas chefiadas (encabeçadas) por diferentes Exus, que esses por sua vez em troca de sua sabedoria e conhecimento de outros Exus da gira (networking) pedem oferendas mais “caras”, oferendas de sacrifício de sangue. Dependendo do que lhes é pedido os tipos de oferenda variam desde uma simples galinha até humanos. Na África até hoje esses sacrifícios acontecem segundo o que pude encontrar (Não sei se é verdade). Eu poderia fazer um post apenas sobre isso, pois é uma assunto MUITO extenso e complexo. Pois bem, abaixo vocês podem conferir a minha versão do acontecido. Algumas coisas apenas os envolvidos sabem e ninguém NUNCA saberá a verdade.
Chega em Guaratuba no começo de Janeiro de 1992, o “Pai-de-Santo” e jogador de Búzios Osvaldo Marceneiro com sua então namorada Andrea Barros e os mesmos tentam estabelecer negócio na feira de artesanato no centro da cidade. Antes que os outros integrantes da feira se opusessem a permanecia de Osvaldo na feira, o mesmo conhece Beatriz Abagge que como declarou varias vezes gostava de misticismo e coisas do gênero. Após algumas leituras de Búzios os dois se tornaram próximos e assim começaram um relacionamento de amizade. Beatriz por sua vez leva seus pais a uma consulta em 29 de Janeiro de 1992.
Osvaldo por morar no imóvel de Carmelita Cristofolini, ficou sabendo do terreiro da Mae Hortência o qual Beatriz Abbage também frequentava. Carona vai e carona vem, já que Osvaldo não tinha carro (como declarou), os dois vão ficando cada vez mais próximos. Beatriz Abagge recém separada de seu noivo, estava obviamente em busca de respostas e um direcionamento em sua vida e recorreu a ajuda de Osvaldo nos búzios (Aquela coisa de mulher, “será que ele vai voltar”, “será que ele ainda gosta de mim” e etc.). Contundo Osvaldo oferece não apenas o consolo espiritual, mas também um consolo emocional e o que era amizade acaba se tornando um affair. Aí pronto, isso é o suficiente para que Beatriz comece mover montanhas por Osvaldo. Logo após isso os outros integrantes da feira de artesanato começam uma movimentação para que Osvaldo e Andrea sejam removidos da feira e com o apoio de Beatriz, Osvaldo vai à prefeitura de Guaratuba para pedir ao Prefeito Aldo Abagge que o conceda um alvará de funcionamento na Feira. Com isso Osvaldo conhece Davi Dos Santos Soares que era o Vice-Presidente do conselho dos artesãos e esses se tornam amigos. (Não sei ao certo, ou não me lembro de onde Vicente de Paula e Osvaldo se conhecem ou quando se conhecem). Pois bem, Osvaldo consegue a permissão para permanecer na feira lendo os seus Búzios.
Osvaldo, um jovem que na verdade era FILHO-de-Santo precisa se “firmar” para conseguir se tornar um Pai-de-santo propriamente dito e abrir o próprio Terreiro em Guaratuba com a ajuda de Beatriz Abagge. Osvaldo foi vulgarmente chamado de “pai-de-santo” por todos por ignorância dos que não conhecem como a religião de fato funciona. Só é considerado “Pai-de-Santo” quem tem um terreiro e passa por uma iniciação feita por um outro Pai-de-Santo que tem um terreiro em funcionamento. No caso da região de Guaratuba já existia um terreiro, o da Mãe Hortência, e por motivos não sabidos talvez a Mae Hortência não quis iniciar Osvaldo (O que já é um red flag). Pois bem, Osvaldo ambicioso e com sede de se estabelecer de vez em Guaratuba pois agora estava apaixonado por Beatriz vai atrás de informações para fazer a sua própria iniciação como Pai-de-Santo na umbanda. Entendam, para que alguém se torne Pai-de-Santo, o mesmo deve possuir amplo conhecimento sobre a religião, linhas de trabalhos, tipos de espirito, como proceder no caso de algo dar errado numa sessão, e principalmente, o quão forte o “cavalo” é, se aguenta a pressão imposta pelos espíritos. (Algo que não mencionei no texto acima sobre as religiões, é que Umbanda e Quimbanda se entrelaçam de uma maneira homogenia. Quem segue uma acaba seguindo a outra indiretamente, já que as duas juntas são o ponto de equilíbrio. Sendo uma sempre contraria à outra.).
Já envolvido com Vicente de Paula e Davi dos Santos Soares, Osvaldo começa a busca de sua primeira oferenda. Oferenda essa para se auto iniciar como Pai-de-Santo. Com isto, o menino Leandro Bossi desaparece em 15 de Fevereiro de 1992. Não temos detalhes sobre esse acontecido pois como tudo consta o menino Leandro continua “desaparecido”. Há “informações” de que o corpo havia sido descartado no mesmo rio onde o saco com partes de Evandro seriam encontrados mais adiante, porem nada de concreto foi constatado. Vale ressaltar que não acredito que Beatriz e Celina estejam envolvidas nesse desaparecimento, inclusive acho que Beatriz na época do ocorrido em Fevereiro não ficou sabendo que havia sido Osvaldo o responsável por isso, pois ate então os dois não eram tão próximos assim e obviamente Osvaldo não queria assustá-la. Pois entendam, somente quem segue a religião e a estuda, entende a razão do sacrifício e não encara isso como um crime, pois o está fazendo por suas crenças e o vê como necessário para obter o que almeja. (Não estou de maneira nenhuma defendendo a prática, e de fato apesar da religião requerer tais sacrifícios os mesmos não deverão ser praticados pois envolve o assassinato cruel de um semelhante. Aqui sem dúvida entra a linha tênue entre a crença e a moral do ser humano)
O menino Leandro continua desaparecido e ninguém tem pistas, apenas o relato de Diógenes de ter visto Leandro na garupa da moto com Osvaldo (?). Portanto esse acontecido segue em paralelo enquanto as vidas dos 7 acusados continuam e tudo está maravilhoso. Osvaldo, De Paula e Davi estava certos que nunca ninguém descobriria o que aconteceu, como de fato não descobriram, pois, o retrato do Menino Leandro Bossi continua na pagina do SECRIDE na seção de crianças desaparecidas, ou seja, não falecidas. Portanto não há materialidade para se constatar que um homicídio ocorreu.
Passam-se então quase dois meses até que cheguemos ao desaparecimento do menino Evandro Ramos Caetano. Nesses dois meses, na minha cabeça entendo que muitas coisas aconteceram, principalmente entre Beatriz Abagge e Osvaldo Marceneiro. Os dois com certeza se tornaram ainda mais próximos, porem Osvaldo tinha Andrea, a qual já suspeitava do affair entre os dois. Daí vem os relatos de ciúmes excessivo de Osvaldo e de possíveis agressões. Só quem trairia (ou trai), acha que está sendo traído. Pensem, o affair de Osvaldo e Beatriz jamais poderia vir à tona, por várias razões. Primeiro, Osvaldo era juntado com Andrea que veio com ele pra Guaratuba, ela talvez não tivesse pra onde ir caso os dois se separassem e por esse motivo Osvaldo talvez se sentisse responsável por ela, já que a mesma o acompanhou ate Guaratuba. Segundo, Beatriz era filha do prefeito e da poderosa Família Abagge, e não poderia ser vista com tendo um caso com um “Pai-de-Santo”. Isso iria colocar em xeque a credibilidade da família perante a política local e até mesmo estadual. Sem mencionar que na cidade o mesmo já era visto com maus olhos pelos artesãos e obviamente pelo eleitorado católico, predominante em cidades do interior brasileiro, incluindo Celina Abbage.
Porém, sabem como é não é verdade? Basta apenas que uma dádiva seja concedida para que o descrente se torne crente. Nesses dois meses Osvaldo dever ter feito alguma previsão que se tornou realidade, ou fez algum trabalho (Oferenda) para Beatriz que se provou frutífero e a mesma juntada de seus sentimentos por Osvaldo mergulhou de cabeça na idéia. Nesse interim Beatriz começou um trabalho de convencimento com seus pais com prováveis “Tá vendo, não disse que ele é serio” ou “Desde que o Osvaldo começou a fazer trabalhos nossa vida tem melhorado, estamos abrindo o Centro pra cuidar das crianças, você esta trazendo o partido pra cidade, vai Lançar a Denise como candidata e etc.” ou coisas do tipo. O que não sabíamos no começo do podcast mas ficou claro nos últimos episódios é que Celina era extremamente arrogante, ambiciosa e sedenta por poder. Logo, ao ver que as coisas estavam andando na vida da família atribuiu tudo (por influencia de Beatriz) à Osvaldo, esquecendo assim o seu catolicismo e se convertendo ao “Osvaldicismo”.
Osvaldo, sabendo que sua influência na família Abagge havia aumentado consideravelmente em poucos meses propõe à beatriz que abrissem um centro de Umbanda junto com De Paula e Davi que já estavam próximos ao “casal” nesta época. O único problema é em que cidades pequenas, notícias envolvendo a família do prefeito correm rápido. Logo ficou sabido que Beatriz estava envolvida na abertura de um centro de umbanda com Osvaldo. O que fez com que a mesma, até por pedido de seu próprio pai deixasse a idéia de lado pois não seria bom por motivos políticos. Enfim, com algumas coisas indo bem pra família Abagge atribuídas à Osvaldo faltavam as coisas principais serem “consertadas”. A serraria que não andava muito bem das pernas (e da onde provavelmente vinha o sustento de toda a família, já que pelo que dá a entender Beatriz, suas irmãs e sua mãe não tinham renda alguma ainda que estavam envolvidas em projetos aqui e acolá) e a força política que Aldo e Celina tanto queriam e que estava sendo ameaçada por Diógenes (com seus panfletos) e pelo outro candidato da oposição (o qual não me recordo o nome).
A família Abagge convencida de que Osvaldo tinha o poder de interceder por eles e ajudar a família a sair dos problemas políticos e financeiros que os afligiam pedem ajuda à Osvaldo. Agora lembrem-se de que Osvaldo não tinha nenhuma outra ocupação a não ser jogar búzios e ser “Pai-de-Santo”. Depois de meses de consultas com a população de Guaratuba e seu envolvimento com Beatriz, Osvaldo vê neste apelo a chance de fazer um pé de meia. Neste momento Osvaldo descreve à Beatriz o que deveria ser feito, quanto custaria e quem participaria. Acredito que Beatriz ao ouvir o que deveria ser feito deve ter se assustado e não deve ter concordado de primeira, porem Osvaldo lhe diz que é a única maneira de conseguir tais benefícios. Depois de conversa com sua família Beatriz e Celina decidem proceder com as orientações de Osvaldo. Começa então a segunda caçada ao próximo menino que teria de ser sacrificado. Entra aqui agora a parte da “Gourmetização” da religião. Osvaldo por conveniência ou não, não posso afirmar, envolveu o número 7 neste trabalho. Pois lembrem-se, há de fato 7 linhas de trabalho nas religiões afro-brasileiras. Coincidência ou não, neste caso acredito que não. Osvaldo, além de ter 7 letras, é um nome o qual a soma de suas letras pela numerologia também é 7. Evandro, além de ter 7 letras, também soma o número 7 quando usamos a numerologia. E o suposto ritual acontece no dia 7 de Abril 1992. Neste caso, não acredito que sejam apenas coincidências, pois são muitas. É aquele velho ditado, onde há fumaça há fogo. São muitas coincidências juntas, porém vamos chegar nessa parte quando falarmos sobre as torturas.
Após a aceitação da proposta de Osvaldo, a família Abagge, começa a premeditação do ritual. Se o que falei sobre o número 7 no parágrafo acima confere, então Evandro se torna um alvo. Pois lembrem-se, para que o menino escolhido se encaixasse nos parâmetros, eles deveriam saber o nome do garoto, não poderia ser qualquer garoto. Então assim, as Abagge começam a pensar nos meninos os quais elas sabiam o nome e que poderiam se encaixar no pedido de Osvaldo. Os pais de Evandro estavam diretamente ligados à prefeitura, sendo sua mãe Maria trabalhando na Escola onde Evandro frequentava e o seu Pai Ademir na prefeitura. Logo, a família Abagge conhecia a família Ramos Caetano muito bem, e sabia o nome de seus filhos. Por um infortúnio Evandro se encaixava perfeitamente. Agora, colocando de lado o simbolismo do número 7, Evandro só estava na hora errada no lugar errado e fui abduzido pois era um menino. Pensem, proveniente de uma família humilde, os Ramos Caetano jamais pensariam que a família Abagge, a mais poderosa de Guaratuba faria uma coisa dessas. Mas sabe aquele negócio de é tão óbvio que ninguém nunca suspeitará? Pois então, mas o que eles não esperavam é que Diógenes estaria à espreita aguardando um passo em falso para que ele atacasse.
Eis que no dia 6 de Abril de 1992 por volta de 9:30 da manhã por um acaso (ou não, pois acredito que o menino Evandro não fazia aquele trajeto todos os dias naquele mesmo horário. Naquele dia ele não havia tomado café (ou esquecido o mini-game) e foi até em casa buscar na hora do recreio) enquanto passando pelas redondezas da casa dos Ramos Caetano, as Abagge avistam o menino Evandro indo pra casa e o seduzem com balas para dentro do carro. Voltando à simbologia do numero 7, lembrem-se de que o ritual seria feito no dia 7, logo elas deveriam ter o menino um ou dois dias antes apenas, pois o mesmo deveria estar vivo no momento do sacrifício e não teriam onde deixar o menino por um longo período de tempo caso o tivessem raptado por muito tempo antes de poder fazer o ritual.
Vale voltar um pouco no tempo para mencionar o relato de Diógenes dizendo que Osvaldo havia espalhado pela cidade que uma grande tragédia iria acontecer e iria virar a cidade de pernas pro ar. Aqui é a parte onde ele mesmo começa a entregar a corda pra que fosse enforcado mais adiante. Sabendo do ritual que aconteceria, já que as Abagge haviam concordado, Osvaldo viu aí a oportunidade de se tornar “famoso” pois ele haveria previsto um acontecimento antes que o mesmo houvesse ocorrido, OU, o mesmo de fato viu nos búzios que algo viraria a cidade de pernas pro ar, mas não sabia que ele estaria envolvido. Afinal, ninguém comete um crime esperando ser pego, certo?
Depois do rapto do menino Evandro no dia 6 começam os preparativos para o ritual no dia seguinte, dia 7. Airton Bardelli, já envolvido com Osvaldo por intermédio de Beatriz recebe a ordem de que no dia seguinte todos da serraria deveriam ser dispensados mais cedo às 6 horas da tarde, para que o trabalho pudesse acontecer às 7 (?). Aqui fica a minha duvida, e eu não sei responder essa questão de como Bardelli e Cristofolini entram no ritual. Será que apenas para composição de quórum, já que Osvaldo disse que precisariam de 7 pessoas? Osvaldo pediu à Cristofollini, seu então vizinho para que apenas os ajudasse compondo o grupo, e a mesma coisa à Bardelli por parte de Beatriz já que Bardelli estaria na Serraria e seria responsável pelos funcionários não estarem lá? Isso é uma das coisas que jamais saberemos. Porém, não acredito na parte que a serraria ficou fechada uma semana para que eles pudessem limpar o local e etc., qualquer idiota colocaria um pedaço grande de lona ou plástico para forrar o chão e não ter que lavar ou limpar o sangue depois. Se eles não o fizeram assim, foram burros – fica a dica pra próxima rs.
O Ritual acontece de acordo como relatado, onde o menino Evandro é oferecido em forma de sacrifício para um Exu (Não para o Diabo, não para Satã, não para nada disso). Acreditem ou não, mas Exus em sua grande maioria não são espíritos maus, são apenas mensageiros entre o mundo dos vivos e dos mortos os quais cobram pelos seus serviços (em forma de oferendas). Contudo, há também Exus de má índole, que são espíritos não evoluídos e que agem pelo lado errado da gira. Qual o Exu ao qual o menino Evandro foi oferecido, nunca saberemos. Após o ritual ser terminado os 7 deixam a serraria e Beatriz e Celina voltam pra casa, e Celina vai à tal festa com Aldo. Osvaldo, De Paula, Davi, Bardelli e Cristofolini se dirigem às suas casas. Aqui fica aquela confusão sobre o dia 6 ou dia 7, bar da dobradinha, jantar na casa de Antonio Costa. E também onde Andrea desmente o álibi de todos, pois diz ter visto Osvaldo e De Paula saindo com roupa de trabalho e sendo buscado por Beatriz. Mais um indício de que Osvaldo e Beatriz estavam tendo um affair o qual Andrea já sabia e por vingança não encobriu o seu namorado.
Voltando ao dia 6, após o desaparecimento de Evandro, sua família obviamente estava recorrendo a qualquer tipo de ajuda. Nisso chega a notícia no terreiro da mãe Hortência por meio de Davina de que o menino havia sumido e a família estava pedindo que pessoas se dirigissem à casa da família para orações. Não obstante, Vicente de Paula vai à casa dos Ramos Caetano e recebe a entidade que se propõe a ajudar porem não quer fazer naquele momento pois o “cavalo” não está com a roupa adequada. A entidade pede que o mesmo coloque sua roupa enquanto vai na “gira” ver se consegue achar o menino e que depois voltaria. Acho que é aqui que o resto está na casa de Antonio costa jantando após a sessão no terreiro. Depois do jantar quem vai ajudar na busca é Osvaldo com Davi dos Santos (que não é o “Cheiro” rs) junto com Davina e seu marido Mario. Quando a entidade pede que seja levada a uma rua que tenha palmeiras Osvaldo sinaliza que sentiu uma presença forte no final da rua perto do mato. Aqui na minha opinião, Osvaldo entrega mais um pouquinho de corda para ser enforcado na tentativa de fazer o seu nome como Pai-de-Santo. Depois da profecia de que haveria uma tragédia na cidade ele deve ter achado por bem profetizar a presença do menino naquela região pois já havia planos de desová-lo lá após o ritual. Porém isso foi mais uma bala na arma de Diógenes.
Cinco dias depois quando o corpo é encontrado no Sábado dia 11 de Abril a 30 metros do local onde Osvaldo havia sentido uma “presença forte”, as coisas começam a ficar suspeitas. Infelizmente o corpo encontrado está além do reconhecimento e fica difícil a confirmação porem como já sabemos o corpo encontrado está sem as mãos, sem alguns dedos dos pés, sem orelhas e olhos e sem órgãos internos incluído coração. E tudo isso é explicado nas doutrinas, a falta das mãos é para fortuna, do pênis para impotência, e assim vai. Não me recordo de todos. E é aqui que as coisas começam a ficar esquisitas e se esclarecer ao mesmo tempo. Mesmo que o corpo encontrado não seja de Evandro, seja de Leandro Bossi por exemplo. Os cortes citados, as partes faltantes do corpo são por coincidência de acordo com a doutrina de sacrifícios?! Não acredito, e tem mais, aqui cai por terra também a teoria de que Diógenes teria conspirado contra as Abagge. Pelos depoimentos de Diógenes ele se mostrou TOTALMENTE ignorante às religiões aqui envolvidas. Portanto, ele não saberia o que fazer com o corpo para que parecesse que um ritual de sacrifício tivesse sido realizado no corpo em questão. E mais, se hoje nem na internet se encontra tais instruções podemos imaginar em 1992. Só quem de fato é praticante há MUITOS anos tem acesso a como praticar tais rituais. Pois não é apenas pegar um corpo X cortar e tchau, como o nome diz é um ritual, portanto existem musicas, palavras a serem faladas dentre outras coisas e só quem estuda há um bom tempo sabe o que fazer.
Portanto quando Diógenes faz a sua denuncia no dia 29 de Maio de 1992 quase DOIS meses depois do ocorrido, ele se baseia em “fofocas” porém também em outros fatos, como sobre a do “Grupo Tigre” estar próximo à família Abagge durante as investigações. Se depois de dois meses ninguém sabe absolutamente nada, é porque alguma coisa tem, concordam? Depois da sua denuncia ao ministério público, o mesmo acha por bem colocar o “Grupo Águia” da PM em uma investigação paralela à da Polícia Civil que nada fez por dois meses. Aqui na minha opinião entra a parte onde Diógenes tinha sim uma agenda contra a Família Abagge. Por N motivos ele não gostava deles em especial à Celina que causou o divórcio de seus pais. Após ficar sabendo de tudo que ficou por intermédio de conhecidos, Davina, Edézio, Jorge Banana e cia, ele foi mais do que correndo colocar a sua denuncia pois então ainda que não tivesse provas concretas pra ele tudo aquilo fez sentido e ele tinha nas mãos o que sempre quis.
Não acredito que as testemunhas tenham mentido a pedido de Diógenes. E entendo o fato delas não terem se pronunciado no dia, ou dias depois. Morando numa cidade pequena onde todos se conhecem, a família mais poderosa e talvez mais rica da cidade se envolve num crime hediondo desses, você se pronunciaria? Eu não me pronunciaria, e é a verdade. No caso de Edézio, ele ficou sem saída porque seu amigo Hamilton ao qual ele havia confidenciado ter visto as Abagge raptando o menino Evandro contou ao Diógenes que por sua vez deve ter obrigado ele a prestar depoimento do que havia visto. Não há nada de estranho nisso. A mesma coisa com o Jorge Banana, se eu estou pescando e vejo um saco cheio de restos mortais do que poderia ser um feto, meu barco viraria uma lancha de tão rápido que eu sairia de lá. E com peixe ou sem peixe no meu barco eu JAMAIS puxaria o saco pra dentro do barco. E é isso que talvez destrua a credibilidade das testemunhas, o MEDO. Ninguém quer admitir que tem medo, mas a grande maioria das pessoas tem, e por não querer admitir isso em juízo ou em depoimento acaba passando por mentiroso. Pois é muito fácil falar, “Ah, mas você viu que tinha mãos dentro do saco, cabelo e não pegou o saco?!”. Não, eu também não pegaria. Agora, se eu soubesse do que tinha acontecido (Coisa que Jorge Banana não sabia à época do ocorrido), e visto um saco com as coisas eu chamaria a policia sem dúvida alguma, porém se não soubesse, aquele saco de cal iria ficar lá pra sempre.
Finalmente chegamos às prisões dos dias 1,2 e 3 de Julho de 1992, onde os 7 acusados são presos. Aqui eu vou ser bem sucinto e explicito nas minhas opiniões. Eu acredito que todos tenham sofrido tortura sim, sem sombra de dúvidas. Porém pra confessar aquilo que de fato haviam cometido porque jamais confessariam de uma outra forma. Não defendo tortura e não acho que esse deveria ter sido o caminho a ser seguido. E acho que a maneira com a qual a PM conduziu as prisões e os interrogatórios foi o que estragou o caso. Se eles não tivessem torturado os réus a argumentação da promotoria teria sido muito mais forte e o único argumento da defesa seria o de que o corpo encontrado não era o de Evandro.
Agora as perguntas que ficam e talvez a chave de todo esse mistério é, se o corpo encontrado não é o de Evandro como afirma piamente até hoje o Delegado Luis Carlos de Oliveira, porque os acusados colocaram as roupas de Evandro no cadáver? O que eles tentaram fazer aqui? Encobrir uma morte com outra? Desovar o cadáver de Leandro Bossi que estava na geladeira que a Celina tirou da serraria como relatou Teresinha e por isso tinha marcas roxas e já estava em estado de putrefação como se fosse Evandro? O que vocês acham? Isso vai ficar no imaginário de cada um, pois nunca saberemos.
submitted by d3rr1c53xpl0r3r to ProjetoHumanos [link] [comments]


2019.03.17 14:23 l_Arcadicke Do you know Brazilian classical music?

You may think Brazil is about funk, samba and bossa nova, but actually we have a great list of classical composers. Can I introduce you some of them and their music?
▶ José Mauricio Nunes García was a barroque and neoclassical composer of sacred music, very influenced by the European music. His popular music was played by everybody in Rio society by his time. One of the most important and preserved Brazilian composers, although his work is not remembered.
♪ Requiem - https://www.youtube.com/watch?v=fbjGmWmEoxY
♪ Laudate Dominum - https://www.youtube.com/watch?v=Gw56zmqFckU
♪Beijo a mão que me condena - https://www.youtube.com/watch?v=0XkSc_M5gcs
▶ Sigismund von Neukomm was Austrian, borned in the house in front of the house where Mozart would be born. Haydn considered him his favorite pupil. Sigismund spread Nunes García's work and become an important part of Rio's musical scenario when working at Dom João VI's court.
♪ O amor brasileiro - https://www.youtube.com/watch?v=fABEEGtR79g
♪ Missa solene para a aclamação de João VI - https://www.youtube.com/watch?v=omUNEe-6ccc
▶ Francisco Manoel da Silva was a last two's pupil and composer of Brazilian National Anthem melody.
♪ Te Deum In Te Domine - https://www.youtube.com/watch?v=9HAH8RzjKMI
▶ José Francisco Leal was considered the best Rio tenor during the 1820 decade. His music is very rare nowadays, but is very influenced by Portuguese folk Modinhas, as by his days Brazil still was a Portuguese colony.
♪ Esta noite, oh céus que dita - https://www.youtube.com/watch?v=7Qt0JEWY58s
▶ Gottschalk (American living in Brazil), his most epic work and contribution to Brazilian Music must be the Great Triumphant Fantasy on the Brazilian National Anthem: https://youtu.be/m8kqYhEiFME
▶ Brasílio Itiberê da Cunha, composer and diplomat, had contacted even Liszt, and was very influenced by him. Brasílio is considered the father of musical nationalism of my country:
♪ A Sertaneja - https://youtu.be/BaslJMaMXkA
▶ Henrique Oswald is from the nationalist-romantic generation. His piano opus Il Neige was prized by Le Figaro in 1902.
♪ Il Neige - https://www.youtube.com/watch?v=iLqXY-AP1kI
♪ Elegia - https://www.youtube.com/watch?v=mAiJOWuPXBk
♪ Quarteto em Sol Maior para cordas e piano - https://www.youtube.com/watch?v=Cfiq89LYjE4
▶ Carlos Gomes, the patron of Brazilian Music, composer of The Guarani, that is the most recognised Brazilian classical song as it is on the public radio program "Brazil Voice": https://youtu.be/PTomUb3r1m0
▶ Alberto Nepomuceno, he started putting Brazilian folk instruments on compositions. This technique would be used by many other composers:
♪ Batuque - https://youtu.be/0boDisvSjOU
♪ Galhofeira - https://youtu.be/TsKyW2e0fcI
▶ Ernesto Nazareth... Well, I have to say I consider him the Brazilian Chopin, others think he's our Joplin. His compositions are linked to the "choro", a Brazilian popular music genre:
♪ Odeon - https://youtu.be/bEfRtR12Y4k
♪ Brejeiro - https://youtu.be/QP6OLwb9w50
♪ Apanhei-te, cavaquinho - https://youtu.be/X5_3mgt4iYc
▶ Chiquinha Gonzaga, the first woman to conduct an orchestra in Brazil. Her work is extremely important to choro and brazilian popular music.
♪ Ó Abre Alas - https://www.youtube.com/watch?v=DVWwJGEafFA
♪ Atraente - https://www.youtube.com/watch?v=o8rB0ofBYR8
♪ Corta Jaca - https://www.youtube.com/watch?v=FbjxquKXEJo
♪ Sultana - https://www.youtube.com/watch?v=2gnb91dB6OY
▶ Anacleto de Medeiros, sax-lover. His work is mainly played by concert bands and has polkas, marches, waltzes, lieds, mazurcas and schottisches (This one would be turned into the Brazilian "xote", a much easier ways to write schottische) mixed with afro-american elements
♪ Yara - https://www.youtube.com/watch?v=JDq73XsYil0
♪ Os Boêmios - https://www.youtube.com/watch?v=XXoKFLcasfM
♪ Três estrelinhas - https://www.youtube.com/watch?v=h7j5bvbhBKs
▶ Patápio Silva is one of the world's greatest flutists. More than a great player, his compositions are important to the popular Brazilian music.
♪ Primeiro amor - https://www.youtube.com/watch?v=17TeuDVgVec
♪ Serenata oriental - https://www.youtube.com/watch?v=XiroKfsF9XU
♪ Amor perdido - https://www.youtube.com/watch?v=x5JmeLE2fVQ
▶ Heitor Villa-Lobos, I hope you know him, otherwise Brazilian music is dying. He is considered the greatest composer from this land, father of musical modernism. His songs are very diverse, but his magnus opi are the Bachianas Brasileiras, 9 compositions that moisture Brazilian Folk Music and Bach style: https://youtu.be/NRYH-7MviZ4
♪ Suíte O Descobrimento do Brasil - https://www.youtube.com/watch?v=K266nfbB12g
♪ Choros no. 12 - https://www.youtube.com/watch?v=7bwLkFBCtNQ
▶ Mozart Camargo Guarnieri, the second most popular composer we have. He has a very complete list of compositions:
♪ Dança Brasileira - https://youtu.be/1Rq-AegoAEs
♪ Canção Sertaneja - https://youtu.be/NrtJH6CXw7s
♪ Concerto no.5 - https://youtu.be/Gr626JDmb60
♪ Dança Negra - https://youtu.be/aQDmWkg8H4w
▶ Hekel Tavares had a extremely mixed work where classical and popular folk were hardly distincted, although his exclusive classical work is hardly recognized as Brazilian.
♪ Concerto para Piano e Orquestra - https://www.youtube.com/watch?v=TK_xJ3G-5-M
♪ Capricho Brasiliense - https://www.youtube.com/watch?v=M0RNaDj9bEs
♪ O Anhanguera (Symphonic poem!) - https://www.youtube.com/watch?v=iV9BopPSQEc
♪ Azulão - https://www.youtube.com/watch?v=DrCTr7vE5_k
♪ Engenho Novo (Want Brazilian Folk? Start with Inezita Barroso) - https://www.youtube.com/watch?v=59mjr9ZX0rA
▶ Francisco Mignone, a complex composer that gave us a intense folk classical songs:
♪ Maracatu de Chico Rei - https://youtu.be/gzwLZf3MyRo
♪ Congada - https://youtu.be/MRKBRm8-pjo
♪ Doze Valsas de Esquina - https://www.youtube.com/watch?v=DXFWNl0_W-c
▶ César Guerra-Peixe defended Brazilian music working in many radios and TV companies.
♪ Mourão - https://youtu.be/oOpKDASqLT8
▶ José Siqueira, a great composer that nobody knows but he even worked in Symphonic Orchestras such as from Moscow, Philadelphia, Detroit, Rome, Rochester and the Radio-Symphonique from Paris. I personally consider his "Oração aos Orixás" the most beautiful Brazilian composition from all times: https://youtu.be/w9X_6Pn2RB0
♪ 5th Symphony - https://youtu.be/iUVDuysWSe4
♪ Mulher Rendeira (folk adapted to orchestra) - https://www.youtube.com/watch?v=nGHOwPomc6g
▶ Waldemar Henrique was a composer influenced by Amazon traditional music and Brazilian folklore. His opus has lieds and soundtracks as well.
♪ Valsinha de Marajó - https://www.youtube.com/watch?v=3K4eZabc5dQ
♪ Uirapuru - https://www.youtube.com/watch?v=N0RG2b3f8Q0
♪ Trem de Alagoas - https://www.youtube.com/watch?v=4goe_MiRM-I
▶ Tom Jobim is well-known for his Bossa Nova, but he had some symphonic works.
♪ Brasília, Sinfonia da Alvorada - https://www.youtube.com/watch?v=hWK9VALzR6I
♪ Sinfonia do Rio de Janeiro - https://www.youtube.com/watch?v=a6nB_aMZHFU
▶ Osvaldo Lacerda, a little bit sad composer, but totally modern, always bringing to the sheets folk songd. His wife, the pianist Eudoxia de Barros, is promoting Brazilian Classical music, giving progression to his in-life work.
♪ Variações sobre Mulher Rendeira - https://www.youtube.com/watch?v=eO_dmyHOxw8
♪ Variações sobre Escravos de Jó - https://www.youtube.com/watch?v=u6cb9TxiK1I
▶ Claudio Santoro, a dodecaphonic composer, Guerra-Peixe's pupil. Aaron Copland and Stravinsky contacted his work.
♪ Ponteio - https://www.youtube.com/watch?v=z5cCe9Ngn3k
♪ Frevo - https://www.youtube.com/watch?v=bDcI5QVima8
♪ Concerto for pianoforte and orchestra - https://www.youtube.com/watch?v=rWCEfXdJahQ
▶ Clarisse Leite was mother of two contemporary rock musicians - Arnaldo and Sérgio Dias Baptista - but also a virtuoso pianist. She contributed to promote Japanese classical music in Brazil as well, while her piano ♪ concerto no. 1 (not found) were player in 1977 Tokyo Spring Festival.
♪ Suíte nordestina - https://www.youtube.com/watch?v=iywlIJ6XLEs
♪ Valsa etérea - https://www.youtube.com/watch?v=Gf-10s0lx5c
▶ Radamés Gnatalli worked for important Brazilian musicians like Ary Barroso and composed the soundtrack of many movies. In addition, his work is very important for folk instruments, as harmonicas and accordions.
♪ Concerto for Harmonica and Orchestra 1st mov. - https://www.youtube.com/watch?v=5zry6Jpsk5U
♪ 2nd mov. - https://www.youtube.com/watch?v=UofBp6fj07o
♪ 3rd mov. - https://www.youtube.com/watch?v=XoX-LGJ_eak
♪ Concerto for accordion - https://www.youtube.com/watch?v=vwwdhgUbbbE
♪ Concerto Carioca no.2 - https://www.youtube.com/watch?v=Rs6kaSyp6hI
▶ Ricardo Tacuchian is a music teacher in many universities around the world, doctor in Music by the University of Southern California. His compositions are very diverse.
♪ Avenida Paulista - https://www.youtube.com/watch?v=a4rt8r-QsDg
♪ Valsa Brasileira - https://www.youtube.com/watch?v=zcN7sxDxXMo
♪ Mosaicos II - https://www.youtube.com/watch?v=eJXra7n2VCw
▶ Edino Krieger was a Guerra-Peixe and Claudio Santoro's classmate on composition, Copland's pupil and knew Milhaud. His music is diverse, sometimes dodecaphonic, neoclassic, nationalist.
♪ Sonatina - https://www.youtube.com/watch?v=viBhasZ-Uac
♪ Suíte para Orquestra de Cordas - https://www.youtube.com/watch?v=B3p57HRZFrE
♪ Canticum Naturale - https://www.youtube.com/watch?v=EbnI0836LN4
♪ Brasiliana - https://www.youtube.com/watch?v=7Cc3BlzotNc
▶ Mario Ficarelli was a composer with traditional techniques, remembering romanticism and classicism. He hated the polarization between dodecaphonism and nationalism.
♪ Parasinfonia - https://www.youtube.com/watch?v=Gbx03jC97Fs
♪ Zyklus I - https://www.youtube.com/watch?v=j066HCvScv8
▶ Edmundo Villani-Côrtes is a self-educated composer, although Camargo Guarnieri was his teacher for some time. He denies nationalism in his music, says he's never studied folklore.
♪ Cinco Miniaturas Brasileiras (prelúdio, toada, choro, cantiga de ninar, baião) - https://www.youtube.com/watch?v=-RYohImcoQ0
♪ Prelúdio no.6 - https://www.youtube.com/watch?v=AmhLOEjM_cU
【AVANT-GARDE/CONTEMPORARY SECTION】
▶ Jocy de Oliveira is a pioneer of eletronic music in Brazil, a true avant-garde composer, and also has operas and piano compositions.
♪ Estórias Para Voz, Instrumentos Acústicos e Eletrônicos - https://www.youtube.com/watch?v=lAE6fiZ8xqw
♪ Solaris - https://www.youtube.com/watch?v=9nZpkyQE7Do
▶ Gilberto Mendes was a important music teacher, worked in the Universities of Texas and of Winsconsin. Put on his work the technology of the new era, and turned into a important contemporary composer to Brazil and to the world, pioneer of concrete music on his country. Many of his compositions bring concrete and avant-garde Brazilian poetry.
♪ Vai e vem - https://www.youtube.com/watch?v=iNHdaiZagds
♪ Beba Coca-Cola - https://www.youtube.com/watch?v=6DKRtGjIaD4
♪ Ulisses em Copacabana Surfando com James Joyce e Dorothy Lamour - https://www.youtube.com/watch?v=CgZOVMaglZs
♪ Vila Socó meu Amor - https://www.youtube.com/watch?v=Umh9H3-yDAs
▶ Almeida Prado studied with Camargo Guarnieri and Osvaldo Lacerda, Nadia Boulanger, Olivier Messiaen and Gyorgi Ligeti. A very important composer for the Brazilian Modern Music, although very difficult to find his opi in youtube.
♪ Amém - https://www.youtube.com/watch?v=IbU0AiUxO2k
♪ Três Croquis de Israel - https://www.youtube.com/watch?v=4fSy-D0Ng_M
♪ Symphony no.2 - https://www.youtube.com/watch?v=LlAP5Du2BPE
▶ Roberto Victorio is a guitar player, Doctor in Ethnomusicology. His work is internationally recognized and prized. It's also hard to find his music in youtube.
♪ Tetragrammaton - https://www.youtube.com/watch?v=rmNgwXRzIqM
▶ Flo Menezes is a eletronic composer and created the concept of "maximalist music"
♪ laçoentrelaço - https://www.youtube.com/watch?v=-ZGTaVeNnnE
♪ ...donde solo las plantas suenan... - https://www.youtube.com/watch?v=WSshiclrWwA
▶ Egberto Gismontti is a great composer. Studied dodecaphonism with Jean Barraqué and analysis with Nadia Boulanger. Studied indigenous music, but also included eletronic equipaments on his songs.
♪ Trenzinho do Caipira (from Villa-Lobos) - https://www.youtube.com/watch?v=MnTm36D8tg0
♪ Palhaço - https://www.youtube.com/watch?v=_9IH_VSg_R0
▶ André Mehmari is a pianist and composer related to jazz and orchestra works.
♪ Millenium Stage - https://www.youtube.com/watch?v=w-PFxcuJGh8
♪ Lachrimae - https://www.youtube.com/watch?v=oblUH9IpWTQ
In addition, is important to say that things happened here in such a way that folk, popular and classical music sometimes are one thing, so you can't separate this genres in the most part of the time. One example is the Armorial Movement, that is a revival of Northeastern culture where you'll find a TOTALLY folk and popular style but in a classical composition: https://youtu.be/fI9S_iHyv3Y
We have much more composers, but it's hard to remember all of them, and sometimes is impossible to find good records on youtube. Achille Picchi, Kilza Setti and Silvio Ferraz are some examples.
I hope I could give you guys an introduction to the music from country and I hope you like.
(Any Brazilian here? Did I forget someone?)
Edit 1: Put others recommended composers and added new songs for Gnatalli, Villa-Lobos, Lacerda, Santoro, Siqueira and Mignone. I also separated the a avant-garde/contemporary section.
Edit 2: fixed the spaces between opi and composers
submitted by l_Arcadicke to classicalmusic [link] [comments]


2019.02.13 12:29 guerrilheiro_urbano Editores e racismos. Por Dodô Azevedo

Sou negro e cometo racismo contra negros. Sou como todos os brasileiros são. Fomos todos estruturados para sermos racistas com negros.
Como todos os brasileiros, tenho dificuldades para perceber o meu racismo contra negros.
Como todos os brasileiros, costumo rebater e argumentar quando alguém nota que tive alguma atitude racista contra negros. Digo que eu sou negro, que minha família é negra, como pode, então eu mesmo ser racista com negros?
Depois, como a minoria do brasileiros, penso melhor. Como a minoria dos brasileiros, faço autocrítica. Como a minoria dos brasileiros, detecto em mim o racista com negros que sou quando relaxo. Como a minoria dos brasileiros, me torno menos racista a cada dia.
Em 1993, participamos, eu e o editor do jornal onde escrevia, um sujeito culto, militante, negro como eu, mas como eu visto por todos como "moreno", de uma festa em homenagem ao grande filósofo francês Jean Baurdrillard, em São Cristóvão, bairro da zona norte do Rio de Janeiro. O tema da festa era "religiões afro-brasileiras".
Todos de branco. Comidas típicas. Mas escolhidos a dedo, negros e negras vestidos em trajes típicos para nos servir. Fazíamos fotos com os negros que objetificados, decoravam o lugar em trajes típicos. Ninguém, nem meu editor, nem mesmo Baudrillard, percebeu que ali estávamos todos praticando racismo recreativo. Um dos muitos tipos de racismos que perseveram no Brasil ainda hoje. Se alguém, em 1993, nos alertasse, ficaríamos chocados e refutaríamos. Diríamos que nós mesmos somos negros, estudados, anti-racismo, temos pais e filhos negros, maridos e esposas negras. Como poderíamos estar praticando alguma forma de racismo, e justamente contra negros?
Não percebemos, em 1993, como não percebia-se, no século 19, que a prática teatral chamada black face era evidentemente racista com negros. Que os programas humorísticos brasileiros de TV até a década passada eram racistas com negros. Tempo, tempo, tempo, tempo, escreveu uma vez Caetano Veloso. Alguns de nós desenvolvemos uma melhor sensibilidade para o racismo contra negros. Alguns de nós sabemos detectar melhor. Alguns conseguimos enxergar nossas próprias estruturas. Alguns de nós se tornaram melhores editores de si próprios.
Tempo, tempo, tempo, tempo: eu mesmo escrevi, anos atrás, aqui neste blog, estar preocupado com a geração de intelectuais brasileiros ativos daqui há 50 anos. Quem substituiria, por exemplo, a atenta e ativa geração de Caetano?
Uma geração ainda mais atenta e ativa. Hoje, Djamila Ribeiro, mulher e negra, tem o seu livro mais recente "Quem tem medo do feminismo negro?", na lista dos mais vendidos no país. Trata-se de uma obra ainda mais abrangente que o fundamental "Verdade Tropical", livro de Caetano que recentemente completou 20 anos de lançamento.
Mal sabia eu que tudo melhoraria. E que, por melhorar, a atenção com nosso próprio preconceito contra negros começaria a ser finalmente considerada um movimento fundamental. Djamila andou puxando a orelha de quem não percebeu o racismo recreativo praticado na festa de aniversário da diretora da revista Vogue. Onde estava Caetano. Onde estavam grandes editores cultos.
Também anos atrás o editor da publicação de cultura impressa mais lida e conceituada do país me pediu um texto sobre um determinado assunto. Quando entreguei, o editor leu tudo e entendeu quase tudo: das referências à filosofia eslava à pintura japonesa do século V passando por citações dos princípios de causalidade e acaso na física moderna.
Mas, quando se deparou com referências que fiz à cosmogonia africana, o editor culto me escreveu explicando que não conhecia os termos e conceitos africanos. Mas, como um grande editor, resolveu ouvir: pediu referências de livros sobre o assunto e depois que eu pudesse conversar com ele ao vivo. Mesmo culto, queria aprender. Queria escutar. Queria editar a si próprio. E assim, tornar-se um melhor editor.
O mundo melhora, reedita-se. Mas, como consequência, torna-se mais exigente. Precisamos, todos nós, sermos a cada dia melhores editores.
Com humildade e coragem, reeditarmo-nos.

FONTE: https://g1.globo.com/pop-arte/blog/dodo-azevedo/post/2019/02/12/editores-e-racismos.ghtml
submitted by guerrilheiro_urbano to BrasildoB [link] [comments]


2018.08.15 19:08 notsureiflying Plano de Governo Ciro Gomes (PDT) - os 12 Pilares

Tô dando uma lida nas diretrizes do PDT do Ciro Gomes. Vou destacar algumas coisas interessantes, não digo que é um resumo pq sou incompetente pra fazer isso. Todos os destaques de texto forem adicionados por mim. Às vezes porque achei importante, às vezes porque achei que ia ficar bonito. Lembrando que eu não sou especialista em nada daqui, só penso em facilitar a visualização para as várias pessoas que não curtem abrir pdf.
Essa porra ficou imensa, mas ainda um bom tanto menor do que o documento que pode ser encontrado aqui http://divulgacandcontas.tse.jus.bcandidaturas/oficial/2018/BB2022802018/280000605589//proposta_1533938913830.pdf Vocês podem encontrar informações sobre os planos de governo dos outros cadidatos aqui
Antes de mais nada, onde o PDT prende chegar com o Brasil?
Nossa meta maior é buscarmos, em um período de 15 anos, alcançar o atual Índice de Desenvolvimento Humano de Portugal (que hoje é o 41º do mundo, enquanto o Brasil está na 79ª posição), [...] que possui um governo cujas bases de suas políticas são progressistas. Para atingirmos o atual nível de renda per capita de Portugal, buscaremos crescer 5% ao ano, e será definida uma série de outros objetivos e metas relativas a indicadores sociais, como expectativa de vida, mortalidade infantil, taxa de homicídios e desigualdades sociais entre homens e mulheres. Se quisermos também atingir os seus indicadores de distribuição de renda, teremos que investir muito em educação, bem como em políticas econômicas que propiciem a orientação de nossa produção na direção de setores que produzam bens mais sofisticados com maior valor agregado, e na realização de muitas políticas sociais visando o acesso a bens e serviços públicos de qualidade.
O programa é baseado em 12 pilares. Vou listar esses pilares e as algumas medidas dentro de cada pilar, apenas como exemplo. É só ir pras páginas de cada pilar e ler todas as medidas e, quando presente, os detalhes de cada uma. Lembrando que não estamos lendo o plano, mas sim as diretrizes, portanto vai ter bastante coisa genérica e/ou sem os mecanismos descritos. 1 - Geração de Emprego (pgs 10-18) - Equilíbrio Fiscal via reformas Fiscal, Tributária, Previdenciária, Orçamentária e da Gestão Pública. - Redução da taxa de juros via reforma monetária e um conjunto de medidas que possibilite diminuir as taxa de juros básica e aquela que é cobrada nos financiamentos a consumidores e empresas. - Defesa de uma taxa de câmbio competitiva via equilíbrio da política fiscal, redução da taxa de juros e recriação do fundo soberano. - Manutenção da inflação em patamares baixos. - Política Industrial desenvolvida de forma complementar à política macroeconômica, com foco em desenvolver setores estratégicos (Agronegócio, a Defesa, o setor de Óleo, Gás e Biocombustíveis e a produção de bens para atender aos Serviços de Saúde e Construção Civil), para a geração de inovação e/ou emprego. - Política de inserção internacional que fomente o setor produtivo, com especial destaque para a indústria manufatureira de alta tecnologia e para serviços intensivos em conhecimento, com forte apoio às exportações desses produtos e serviços. - Recuperar o volume de crédito na economia brasileira que retome a capacidade de financiamento às empresas e à população em geral - Ações emergenciais e outras que auxiliarão a promover a geração sustentável de empregos, priorizando as camadas mais vulneráveis da população, estimulando a formalização, a capacitação profissional e aperfeiçoando também as políticas de inclusão produtiva: - Finalmente, os setores do agronegócio, agricultura familiar, serviços em geral, comércio, a economia criativa e o turismo também serão estimulados. Da mesma forma, atenção especial deverá ser direcionada aos empreendedores, inovadores e às pequenas e médias empresas. Esses estímulos serão discutidos ao longo da campanha.
2 - Recuperação e Modernização da Infraestrutura (pgs 19-21) É proposto um investimento anual de 300bi em infraestrutura, através de investimento público ou estimulando o setor privado a fazê-lo, para superar as deficiências e gargalos que encarecem e limitam a capacidade de produção. Alguns exemplos citados são: -Investimentos em rodovias/ferrovias, (aero)portos, energias renováveis, telecom, mobilidade urbana, habitação e saneamento básico. - Reforço do programa Minha Casa Minha Vida com recursos e foco - Fortalecimento do Sistema Financeiro da Habitação e desenvolver novas formas de captação de recurso pra que o orçamento se mantenha equilibrado. - Incentivo forte de Parcerias Público Privadas com atuação coordenada ao investimento público. - Fortalecer o BNDES - Criação de um fundo garantidor para investimentos em infraestrutura - Retomada da adoção da TJLP (taxa de juros de longo prazo) nos processos de infraestrutura
3 - Meio Ambiente (pgs 22-25) - Intensa expansão, tendendo à universalização, dos serviços de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto. (meio que já estava proposto no tema de infraestrutura) - Compatibilização entre as agendas Marrom (Política Nacional de Meio Ambiente), Verde (Novo Código Florestal) e Azul (Política Nacional de Recursos Hídricos). - Implantação das Unidades de Conservação já criadas no Brasil com as devidas indenizações e/ou reassentamentos. - Desenho de modelos de desenvolvimento para áreas vulneráveis - Realizar as ações para atingir as metas climáticas definidas pelo Acordo de Paris com foco em energias renováveis, redução de desmatamento e desenhar modelos de precificação da poluição. - Estímulo ao desenvolvimento de ecossistemas de inovação sustentável via pequenas/médias empresas inovadoras em sustentabilidade, opções de financiamento à pesquisa e a projetos de inovação. - Desenvolvimento, no país, de defensivos agrícolas específicos para as nossas culturas e problemas. - Estruturação de sistema de acompanhamento e disseminação de padrões de produção internacionais (que visam às melhorias ambientais e à sustentabilidade) com o objetivo de adaptar os produtos brasileiros a esse padrão.
4 - Ciência, Tecnologia e Inovação (pgs 26-28) -Elaboração de um plano nacional de ciência e tecnologia - A política de ciência e tecnologia deve fomentar o setor produtivo, com especial destaque para a indústria manufatureira de alta tecnologia e para serviços intensivos em conhecimento. - Fortalecimento do CNPq e de suas instituições de pesquisa (não fala como, né). - Estímulo à produção de conhecimento associado entre empresas e universidades via instalação de centros de pesquisas das empresas que atuam no país e contratação de doutores por empresas, facultando o pagamento de bolsas por períodos probatórios de até 4 anos. - Estabilizar fontes e recursos de financiamento (isso está associado ao tema de Reforma Fiscal com a revogação e substituição da EC do Teto de Gastos) - Desburocratização dos processos de importação de insumos e equipamentos direcionados à pesquisa. - Criação/reforço de mecanismos de estímulo a empresas geradoras e transmissoras de progresso técnico. - Criação de incentivos para o desenvolvimento de startups de tecnologia, com a respectiva incubação em universidades e instituições públicas. - Redução de burocracia e agilização dos processos ligados à propriedade intelectual.
5 - Educação (pgs 29-32) Recomendo ler essa parte no pdf, vou apenas colocar os objetivos e instrumentos propostos Objetivos para a política educacional: -Universalizar o acesso de 4 a 17 anos; -Eliminar o analfabetismo escolar (combate absoluto); -Melhorar a qualidade, mensurada através dos resultados do IDEB e PISA; -Elevar a média de anos de estudo da população; -Garantir a permanência e a conclusão na idade adequada; -Reduzir a evasão, problema grave no ensino médio; -Caminhar na direção do alcance das metas de desenvolvimento sustentável da ONU no tocante à Educação.
Instrumentos necessários para viabilizar esses objetivos: -Uma base nacional comum curricular; -O desenho do novo Fundeb; -Um processo adequado de formação e seleção de professores; -A capacitação contínua de gestores e professores; -Regras de desenvolvimento profissional dos professores, reconhecimento de sua importância e melhoria das condições de trabalho; -Uma estrutura de incentivos adequada para os professores; -Uma estrutura de incentivos que premie os estados e municípios de acordo com a adesão às políticas e práticas propostas pelo Governo Federal; -Um processo bem estruturado de avaliação dos resultados obtidos pelos estudantes.
6 - SUS e Saúde (pgs 33-36) - Criação do Registro Eletrônico de Saúde que registrará o histórico do paciente e facilitará o atendimento do paciente em todas as esferas do SUS; - Estímulo à ampliação da rede de policlínicas através da formação de consórcios em mesorregiões - Redução da fila atual para realização de exames e procedimentos especializados através da compra de procedimentos junto ao setor privado - Premiação de hospitais e postos de saúde bem avaliados; - Estruturação de carreira de gestor na área da Saúde, a exemplo do que aconteceu com na área de Infraestrutura - Redução das barreiras impostas pela atual lei de propriedade intelectual, especialmente na proteção de patentes. - Reforço aos programas bem-sucedidos do SUS – a estratégia de saúde da família (ESF), o programa de controle de HIV/AIDS, o programa de transplante de órgãos e o sistema nacional de imunização.
7 - Segurança (pgs 37-39) - Implementação da Política Nacional de Segurança Pública e do SUSP (Sistema Único de Segurança Pública), elaborando junto com policiais, especialistas, promotores, juízes e sociedade civil, um detalhamento do plano de segurança para aplicação imediata; - Criação, através de Emenda Constitucional, da Polícia de Fronteiras - Criação, em estados onde a disputa entre grupos de criminosos provoca maior número de vítimas, de força tarefa constituída de policiais federais, estaduais e promotores, com vistas ao enfrentamento das organizações criminosas - Elaboração e execução de um plano federal para o controle de organizações criminosas nos estados em conflito, começando pelo Rio de Janeiro, e expandindo depois para outros estados; - Criação de um sistema nacional de inteligência criminal destinado à troca de informações entre as polícias dos estados e as federais sobre organizações criminosas; - Ocupação das vagas ociosas nos Presídios Federais - Construção de um sistema ágil de investigação sobre lavagem de dinheiro que inclua a Polícia Federal, a Receita Federal e o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) - Promoção da prevenção criminal com políticas para os jovens como, por exemplo, a criação de um sistema de acompanhamento do jovem egresso do sistema penitenciário e a inclusão de jovens em áreas de conflito ou moradores de rua em programas profissionalizantes.
8 - Programas Sociais (pgs 40-42)
Todos os programas sociais que existem atualmente e estão obtendo bons resultados serão mantidos e ampliados na medida das necessidades, como por exemplo o Bolsa Família, o Benefício da Prestação Continuada, o ProUni, o sistema de cotas nas universidades e o Farmácia Popular, dentre outros. Mas precisamos avançar e vamos propor outros programas, em adição aos já existentes.
Algumas propostas:
- Criaremos um programa-piloto que envolva o pagamento de bolsas de estudo aos alunos que tiverem frequência mínima e melhorarem seu desempenho ao longo do tempo e, se o piloto for bem-sucedido, iremos estendê-lo aos poucos para a rede de Ensino Médio - Deve ser priorizado o atendimento das Creches às jovens mães que se encontram em condições mais vulneráveis e necessitam trabalhar e/ou estudar - Criaremos programas profissionalizantes específicos para a inclusão de jovens em áreas de conflito ou moradores de rua no mercado de trabalho
9 - Cultura (pgs 43-44) - Implementação de políticas que ampliem e popularizem o acesso à cultura, ao lazer e ao acesso à internet de banda larga a todos, principalmente nas periferias. - Estímulo às manifestações culturais que propiciam a inclusão social, a disseminação da cultura periférica de rua, da cultura afro-brasileira, à produção cultural e criativa de baixo impacto ambiental e às diversas atividades da chamada economia criativa. - Estabelecimento de uma política e um marco regulatório para a cultura e as artes no Brasil, de modo a consolidar em um único instrumento legal todos os aspectos regulatórios deste importante setor para a economia brasileira. - Estabelecimento de um sistema federativo de gestão da política cultural, descentralizado, capaz de garantir maior eficiência, maior capilaridade, maior adequação às realidades locais e, maior capacidade de cumprir sua missão nacional, evitando a concentração de recursos nos estados e cidades (as capitais do Sudeste) que já concentram a maior parte do investimento privado. - Facilitação e promoção de parcerias, coproduções e mitigação de riscos intrínsecos à produção cultural em todas as suas esferas. - Aperfeiçoamento dos objetivos e alcance da Lei Rouanet, precedido de amplo debate com a classe artística.
10 - Respeitos às Pessoas (pgs 45-53) Está dividido em respeito às mulheres, à população afrodescendente, à população LGBTI, às pessoas com deficiência e à juventude. Alguns highlights das primeiras 3 categorias. De forma geral nada está muito aprofundado: - Recriação da Secretaria das Mulheres - Promoção de campanhas com foco no aumento das mulheres no poder político, com vistas ao alcance da paridade - Implementação de programas de microcrédito e treinamento de microempreendimentos com atenção às mulheres - Criação de leis e programas que ajudem a proteger as trabalhadoras informais - Garantia do cumprimento da proibição de práticas discriminatórias por empregadores contra as mulheres, tais como as baseadas em provas de uso de contraceptivos ou gravidez - Promoção de programas de liderança entre meninas; - Ampliação de programas de incentivo para mulheres nas ciências exatas. - Combate à evasão escolar de adolescentes grávidas, com focos nos estados do Norte e Nordeste, onde esses dados permanecem altos - Garantia de condições legais e de recursos para a interrupção da gravidez quando ocorrer de forma legal, combatendo a criminalização das mulheres atendidas nos pontos de atendimento na saúde - Garantia da adoção de políticas afirmativas por parte de empresas e cooperativas como pré-requisitos ou agregação de pontos de vantagem para as mesmas em processos licitatórios de concorrências públicas, financiamento, subsídios, licenças ou avais em geral - Manutenção do ingresso da juventude negra em todas as universidades públicas através do sistema de cotas, assegurando via ações afirmativas a sua permanência nas instituições de ensino - Expansão do acesso das populações de áreas remanescentes de quilombos, comunidades rurais, ciganas e indígenas às escolas profissionais de ensino técnico; - Ampliação do Plano Juventude Viva - Fortalecimento e ampliação do PRONASCI- Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania - Fortalecimento do Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial (SINAPIR), incentivando a adesão de estados e municípios; - Criação do Comitê Nacional de Políticas Públicas LGBT com representantes estaduais, assim como uma Secretaria Nacional de Políticas Públicas para a Cidadania da população LGBTI, - Criação de meios para coibir ou obstar os crimes LGBTIfóbicos, definindo suas características, equiparando aos crimes por racismo, injúria e feminicídio, cada qual com sua especificidade; - Reestruturação, ampliação, fortalecimento do Disk Direitos Humanos (Disk 100); - Realização de investimentos nas Universidades Públicas Federais para ampliação de programas de ações afirmativas, assistência estudantil e permanência;
11 - Combate à Corrupção (pgs 54-55)
Defendemos o fortalecimento dos mecanismos de transparência e do chamado controle social, bem como os órgãos que fiscalizam o setor público, como a Controladoria Geral da União (CGU) e o Tribunal de Contas da União (TCU). Somos favoráveis também ao mecanismo do acordo de leniência com empresas envolvidas em casos de corrupção, pois ele é a maneira mais saudável de separar o joio do trigo, punindo os dirigentes e funcionários implicados em práticas ilícitas, mas preservando as empresas e os empregos daqueles que não têm envolvimento com corrupção.
- Em caso de qualquer acusação ou denúncia específica fundamentada, o Ministro ou ocupante de cargo de confiança se afastará voluntariamente da posição e pedirá uma apuração independente, sem prejuízo das investigações dos órgãos competentes. Atestada a inocência, retornará ao exercício da função; havendo indícios concretos de irregularidades, será afastado definitivamente. - Redução dos atuais entraves burocráticos aos acordos de leniência. - Ampliação da transparência e controle social da administração pública, com a ajuda do governo eletrônico, de modo a facilitar o acesso da população a dados e informações em todos os sites e portais do Governo. - Criação de um Sistema de Controle Interno unificado para toda a Federação, integrando funções e a atuação da Controladoria Geral da União e das Controladorias Estaduais e Municipais. - Criação de auditorias de equidade, voltadas a avaliar especificamente se os serviços públicos tratam o cidadão de forma equânime e justa. - Criação de unidade de controladoria no Poder Legislativo. - Integração de todas as bases de dados referentes a cadastros de beneficiários e demais questões de transparência (como a lista do trabalho escravo) em um mesmo site, como o Portal da Transparência.
12 - Defesa, Política Exterior e Soberania Nacional (pgs 56-61) - Não toleraremos a compra por estrangeiros de ativos que compõem ou apoiam nosso complexo industrial de defesa. - Para manter o controle de nossos recursos naturais estratégicos, todos os campos de petróleo brasileiro vendidos ao exterior pelo Governo Temer após a revogação da Lei de Partilha serão recomprados, com as devidas indenizações; - O mesmo se dará com relação à Eletrobras e à Embraer, caso a venda de ambas seja efetivada; - Propor ao país um debate a respeito da conveniência de elevar a proporção do PIB dedicada à defesa - Construção de cultura militar organizada em torno de capacitações mais do que em torno de hipóteses de emprego das Forças Armadas; - Reafirmação do compromisso com o caça Gripen NG, com o submarino de propulsão nuclear e com a nova geração de blindados e armamentos do Exército - Suprimento de nossa lacuna em matéria de artilharia antiaérea de médio e longo alcances (sistemas de mísseis), em coordenação com iniciativas espaciais; - As parcerias com países estrangeiros ficarão condicionadas a sua utilidade paranossa qualificação tecnológica: preferiremos aprender fazendo e fabricando a comprar plataformas prontas - Para a parte privada do complexo industrial de defesa, será criado regime jurídico especial que dispense as indústrias privadas de defesa do regime geral de licitações em troca da manutenção de voz decisiva do Estado nos planos destas empresas; - Desenvolvimento de nossas capacitações em matéria de ciência e tecnologia nucleares para que a renúncia ao emprego militar da energia nuclear resulte sempre de decisão soberana da nação, não de incapacidade tecnológica e científica - Estabelecimento, junto com empresas privadas, de um programa nacional de inteligência artificial; - Desenvolvimento de nosso potencial de inteligência e contra inteligência, superação de nossa dependência dos Estados Unidos nas comunicações com o resto do mundo e criação de condições iniciais para prover às Forças Armadas uma alternativa ao GPS norte-americano; - Os acordos comerciais precisam priorizar o acesso a novas tecnologias e mercados, ajudando-nos a desenvolver a produção de bens e serviços mais sofisticados - Defesa do máximo de abertura econômica e cultural no mundo com o mínimo de restrição a tais inovações e experimentos - Reanimação de nosso projeto sul-americano: a União da América do Sul no desdobramento de estratégia compartilhada de desenvolvimento. - Caminhar para a instalação de cadeias produtivas que atravessem fronteiras na América do Sul; - Propiciar colaboração direta não só entre os governos centrais de cada país, mas também entre os governos de nossos estados federados limítrofes e os governos dos estados fronteiriços de nossos vizinhos; - Dentro do Mercosul deve-se dispor a aprofundar o livre comércio sem excluir a flexibilização circunstancial da união aduaneira - Trabalhar contra a instalação de bases militares de potências externas a nosso continente sul-americano - Cabe ao Brasil desempenhar liderança natural na América do Sul, mas evitar atos e gestos de hegemonia - O Brasil zelará para que a união a construir exija de todos seus participantes compromisso com a democracia e respeito pelos direitos humanos - Fortalecimento de nossa relação com os Estados Unidos - Desenvolvimento e reconstrução de nossa relação com a China, condicionando o avanço da presença chinesa no Brasil à colaboração com nosso governo e nossas empresas na qualificação produtiva e tecnológica, inclusive de nossa agricultura, pecuária e mineração; - Recusa à relação neocolonial, quer com a China quer com os Estados Unidos - Inadmissibilidade de um processo de endividamento com a China, público ou privado, que acabe por comprometer nossa soberania - Desenvolvimento de agenda de reforma da ordem monetária global que crie condições para ultrapassar o dólar como moeda-reserva do mundo - Desenvolvimento de agenda de reforma da ordem de segurança no mundo que constranja as grandes potências no uso unilateral da força armada - Priorização, nos acordos bilaterais e multilaterais de comércio, de nosso acesso aos meios de qualificação produtiva e tecnológica - Aproveitamento do papel desbravador que o Brasil pode desempenhar na elaboração de acordos internacionais a respeito de mudança de clima e desenvolvimento sustentável; - Reconstrução de nossa relação com a África em bases generosas que façam justiça à condição do Brasil como maior país africano fora da África e que deixem de atrelar nossa política africana aos interesses de empreiteiras; - Atuação junto ao Congresso Nacional, especialmente o Senado Federal, na construção de nossa política exterior
submitted by notsureiflying to brasil [link] [comments]


2017.01.11 18:27 temperamentalfish Um amigo meu francês me fez uma pergunta sobre o Brasil

Recentemente (um mês e meio atrás, acho), o Netflix estreou a primeira série original brasileira deles, 3%. Essa série não é muito ruim, eu inclusive até gostei (apesar da atuação ser péssima às vezes), então, eu, cheio de orgulho nacional, resolvi sugerir para um amigo meu francês, Paul.
Paul também gostou bastante da série (ele nem percebeu que a atuação às vezes se perde, o que me fez pensar que talvez o fato de eu falar português me faça mais sensível a atuações ruins), e ele me fez uma pergunta muito interessante depois de discutirmos o último episódio. Ele me perguntou, em inglês: "No Brasil vocês têm tanta gente mestiça e de tantas cores diferentes, existe racismo aí?".
É uma pergunta complicadíssima, na minha opinião. Eu respondi que era a grande ilusão brasileira achar que a nossa demografia nos impede de sermos racistas, e que racismo existe sim no Brasil, mas ele é bem mais sutil, bem mais escondido.
Pensei na minha família e na formação étnica dela. A família da minha mãe é toda branca, de portugueses ou espanhóis (não tenho certeza, mas definitivamente de ascendência européia). Meus avós paternos são uma mulher indígena e um homem negro e meu pai é negro de pele clara. A minha pele é morena, não muito escura. A minha irmã de mesmo pai e mesma mãe tem a pele bem branca, e minha meia-irmã (filha do meu pai de outro casamento com uma mulher branca) tem pele bem mais escura que a minha.
A minha configuração étnica é intrinsecamente brasileira, é de uma mistura que raramente seria vista fora daqui. Eu comecei a pensar nos EUA, onde as pessoas costumam carregar sua etnicidade mesmo depois de gerações de pessoas morando lá. Lá é muito comum uma família de pessoas que seriam consideradas brancas aqui no Brasil se subdividirem de acordo com as etnias dos pais ou avós.
Por exemplo, uma pessoa cujos avós são italianos ainda diria para qualquer pessoa que perguntasse "sou italiano" sem falar uma única palavra de italiano, e jamais tendo pisado fora dos EUA.
Por muito tempo eu achei que esse fenômeno fosse a causa de muitos problemas raciais nos EUA, pois poucas pessoas se consideram 100% americanas. É sempre "ítalo-americano", "afro-americano", "nipo-americano", "latino-americano" et cetera.
Mas o Brasil é o completo oposto; eu conheço poucas pessoas que sabem o histórico familiar, e menos ainda que não se consideram 100% brasileiras por ter uma bisavó que veio da Espanha, ou que são tantos por cento indígenas. E mesmo assim existe racismo.
Existem pessoas no Brasil pensando em pureza racial sabendo muito bem que a porcentagem de pessoas pertecentes 100% a qualquer etnia é mínima. Existem pessoas que poderiam ser como minha irmã (de pele branca, com metade da família de pessoas negras ou morenas) e ainda assim com preconceito e racismo.
Eu não sei que conclusão tirar de tudo isso. O que vocês acham? O que vocês teriam dito para esse meu amigo?
Edit: gramática
submitted by temperamentalfish to brasil [link] [comments]


2016.06.20 18:55 mestre_dos_magos CCW - Afro-brazilian slave with a turban (circa 1870, original title: "Mulher negra com Turbante" / "Black Woman with a turban")

CCW - Afro-brazilian slave with a turban (circa 1870, original title: submitted by mestre_dos_magos to Colorization [link] [comments]